Turismo de Portugal lança campanha de 10 milhões para promoção online do país

Partilha nas tuas Redes Sociais e Ajuda nos a divulgar este site

O Governo deu ‘luz verde’ para “campanha internacional de turismo em meios digitais” em 2018. Numa portaria publicada em Diário da República, despesa é considerada “determinante” para promoção de Portugal nos mercados externos
O Executivo autorizou o Turismo de Portugal a executar a campanha internacional de turismo em meios digitais, no valor de 10 milhões de euros. Iniciativa é apontada como “instrumento determinante” para cumprimento da sua missão e atribuições de promoção de Portugal nos mercados externos.

“ Fica o Turismo de Portugal, autorizado a assumir os encargos decorrentes da contratação de serviços de produção, planeamento, execução, acompanhamento e compra de espaço para a campanha internacional online do Turismo de Portugal, até ao montante de 10.000.000,00 euros, valor a que acresce o IVA à taxa legal em vigor, a executar em 2018”, revela uma portaria publicada nesta quarta-feira.

Na portaria, as secretarias de Estado do Turismo e do Orçamento autorizam o Turismo de Portugal “a assumir os encargos decorrentes da contratação de serviços de produção, planeamento, execução, acompanhamento e compra de espaço para a campanha internacional online do Turismo de Portugal”.

Para o efeito, explica a portaria, o Turismo de Portugal celebrou, em 28 de outubro de 2016, um Acordo Quadro ao abrigo do Código dos Contratos Públicos, com a duração de 4 anos, destinado à aquisição de serviços de produção, planeamento, execução, acompanhamento e compra de espaço para a campanha internacional online do Turismo de Portugal.

Ao abrigo do referido Acordo Quadro, em dezembro de 2016 o Turismo de Portugal celebrou um contrato de aquisição de serviços de produção, planeamento, execução, acompanhamento e compra de espaço para a campanha de publicidade digital do Turismo de Portugal para o ano 2017 que o Executivo pretende agora estender para o próximo ano.

“Dada a relevância da campanha de publicidade para prossecução da missão e atribuições do Turismo de Portugal em matéria de promoção de Portugal, importa acautelar a continuidade da execução da campanha durante o ano 2018, ao abrigo do Acordo Quadro em vigor, logo a partir do mês de Janeiro”, revela a portaria.

Os secretários de Estado João Leão e Ana Godinho explicam na portaria que os encargos aprovados para o Turismo de Portugal são suportados por verbas disponibilizadas no âmbito da candidatura para Promoção Internacional Integrada do Destino Portugal, apresentada por esta entidade ao abrigo do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (COMPETE). Ou seja, 88 % da despesa total é elegível e comparticipada a uma taxa de 85 %, e por verbas próprias do Turismo de Portugal inscritas e a inscrever no respectivo orçamento

Fonte – jornal económico


Partilha nas tuas Redes Sociais e Ajuda nos a divulgar este site

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: